E a ganhadora é…..

Fôrom muitas as fotos que, com o voto do público, chegárom à fase final do concurso fotográfico Feísmo Lingüístico. Todas elas ilustravam bem o processo de hibridaçom que sofre a nossa língua e apontavam a necessidade de tratar o galego com o mesmo respeito com que som tratadas outras línguas, nomeadamente o espanhol no nosso contexto. Porém, a foto ganhadora é, na opiniom do júri reunido, a que melhor resume as circunstáncias desse processo e a que melhor esclarece quem som/os as protagonistas do mesmo. Relativamente a outras fotos que chegárom à fase final, a qualidade técnica desta é relativa, mas foi valorizado positivamente o facto de ter sido obtida em circunstáncias difíceis, com umha imagem fixa capturada de um televisor.
As razons que a tornárom ganhadora som as seguintes:
  • Retrata o uso desleixado nom só do galego senom também da cultura e da história da Galiza num contexto comunicativo dominado polo castelhano: a televisom. É nestes ámbitos onde o galego deve fazer mais esforços por alcançar um uso digno que o torne tam válido para transmitir conhecimentos como a língua com que diretamente concorre: o castelhano.
  • Nom se limita a denunciar o erro lingüístico involuntário nem a ignoráncia lingüística daquelas pessoas com menos formaçom, senom sobretodo a mentalidade que recusa ao galego a capacidade de ser língua transmissora de conhecimentos. Todos e todas nós poderíamos cometer qualquer um dos três erros presentes no fotograma registado a nom ser que tenhamos a preocupaçom de consultar as formas galegas. Os ou as realizadoras do programa televisivo em causa limitárom-se a consultar a lista de reis sobre a que perguntavam em castelhano e adaptárom-na intuitivamente para o galego, algo inadmissível num ámbito tam formalizado como o televisivo e dependente de umha instituiçom galega.
Como já publicamos nas bases, o nosso concurso nom é umha queixa contra o erro lingüístico involuntário daquelas pessoas que estám a começar a falar ou de quem fala o galego que sempre ouviu na sua casa. Tampouco prentende denunciar a ignoráncia para com a nossa própria língua de que todos e todas somos vítimas. O que pretende é denunciar o desleixo lingüístico, em geral voluntário, daquelas pessoas e instituiçons que nom consideram o galego umha ferramenta comunicativa válida. Mas ninguém deve atirar a primeira pedar sem antes refletir sobre qual é a nossa atitude diária com o galego. Frases como “em galego nom fai graça”, “assim nom o di ninguém”, “que mais dá, o importante é que se entenda”, “na minha aldeia isso nunca se dixo” estám infelizmente associadas fundamentalmente à nossa língua, mesmo entre pessoas que tenhem grande preocupaçom polo idioma. Nesse sentido merece umha mençom especial por parte do júri a foto “Aqui non durme nin Dios“, que retrata bem esta atitude de desconsideraçom polo galego presente em quem mais devia preocupar-se por cuidá-lo: os seus próprios utentes.
Cuidar do galego, tratá-lo com carinho e esmero é, antes de qualquer outra declaraçom radical de intençons, a forma mais eficaz de nos afirmarmos como galegos que queremos continuar a ser.

Vai de reis

A pessoa ganhadora foi premiada com 100€ a gastar em vários establecimentos do nosso Projeto Pontos.

PARABÉNS!!!

Obrigadas

Anúncios

Comentários Desativados em E a ganhadora é…..

Filed under Uncategorized

Exposiçom na Gentalha do Pichel

expo

Rematou o prazo para o concurso.

No que resta de mês, estarám expostas as fotografias recebidas.

Passa-te e vota!

Obrigadas por participar e muita sorte!!!

Comentários Desativados em Exposiçom na Gentalha do Pichel

Janeiro 14, 2014 · 01:58

“Os acentos que comeron nos avituallamentos”

Os acentos que comeron nos avituallamentos_

Comentários Desativados em “Os acentos que comeron nos avituallamentos”

Filed under geral

“Fraco compromiso coa lingua”

Fraco compromiso coa lingua

Comentários Desativados em “Fraco compromiso coa lingua”

Janeiro 14, 2014 · 01:48

violando o sagrado

Violando o sagrado_

Comentários Desativados em violando o sagrado

Filed under institucional

o galego na escola

O galego da escola_

Comentários Desativados em o galego na escola

Filed under institucional

Fonte

Fonte

Comentários Desativados em Fonte

Filed under institucional